Quinta, 19 Abril 2018 18:49

Promotor e pastor é acusado

Escrito por Lúcio Flávio Pinto
Avalie este item
(0 votos)

Um dos casos que está na pauta da próxima reunião do Conselho Nacional do Ministério Público foi noticiado no mês passado pelo portal O Estadonet, de Santarém, editado pelo jornalista Miguel Oliveira, que reproduzo.

O promotor de Justiça Bezaliel Castro Alvarenga foi afastado do cargo de titular da promotoria de Ananindeua depois que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) decidiu abrir investigação para apurar denúncia de assédio sexual e obtenção de vantagem financeira indevida na qual é acusado por uma ex-assessora jurídica de seu gabinete.

Bezaliel é casado com Nilcéia Alvarenga, natural de Santarém,e membro de uma família que congrega na igreja da Paz. Ela é suspeita de ter recebido em sua conta bancária valores que teriam sido transferidos da conta da própria mulher que acusa o promotor, a mando dele.

Bezaliel, que ingressou no Ministério Público do Estado, em 1996, é pastor de uma igreja evangélica em Belém.

A ex-assessora jurídica do promotor relatou ao CNMP que foi vítima de assédio sexual, constrangimento e atos obscenos no interior da sala em que trabalhava na promotoria de Ananindeua, durante o ano de 2015.

Como o processo de investigação interna, tanto do MPPA quanto do CNMN, é de natureza sigilosa, o Portal OESTADONET não teve acesso ao depoimento da vítima e nem aos documentos que comprovariam a denúncia.

A reportagem tenta também contato com a defesa do promotor, mas até o fechamento desta matéria não conseguiu localizá-la para obter o contraponto às denúncias.

Ler 135 vezes

Comments fornecido por CComment