Domingo, 29 Abril 2018 20:33

O maior dos escândalos

Escrito por Lúcio Flávio Pinto
Avalie este item
(0 votos)

A sonegação de impostos pela Cerpasa, que já atinge quase 2,2 bilhões de reais, “é o maior escândalo de sonegação fiscal do Pará nos  últimos 16 anos”, disse a O Liberal o promotor de justiça Francisco Lauzid, da Promotoria de Crimes contra a Ordem Tributária. Sendo assim, esse escândalo começou no primeiro dos três mandatos de Simão Jatene como governador do Pará. Ou seja, nesses 16 anos em que não pagou imposto ou só recolheu uma fração mínima do compromisso e da dívida tributárias, em 12 anos a relação ruinosa da cervejeira com o Estado foi estabelecida sob o império de Jatene,.

Nesse período, a Cervejaria Paraense S/A brindou o tucano com uma fornida contribuição para campanha eleitoral, através de caixa 2, na qual estaria embutido o pagamento de propina. Apesar de não cumprir as suas muitas e pesadas obrigações tributárias, a empresa foi premiada com a concessão seguida de benefícios fiscais, além de uma exagerada leniência na cobrança da sua dívida, que se prolonga em juízo, nesta instância com a decisiva contribuição do poder judiciário local.

É o que mostra a reportagem (não assinada, creditada como “Da Redação”) de hoje em O Liberal. Quem chega ao final do texto deve imaginar que leu o Diário do Pará, dos Barbalho, que fazem campanha sistemática a Jatene, e não o jornal dos Maiorana, aliado histórico do PSDB. Diga-se, porém, que a matéria de O Liberal é bem melhor do que as publicadas pelo Diário. Pior para Jatene.

Ler 98 vezes

Comments fornecido por CComment