Segunda, 01 Outubro 2018 08:10

E o povo: ó!

Escrito por Lúcio Flávio Pinto
Avalie este item
(0 votos)

Três semanas atrás, no dia 13 de setembro, a prefeitura interditou quase integralmente uma das calçadas da avenida Presidente Vargas para a montagem das arquibancadas para o Círio de Nazaré. Três ou quatro dias depois, o serviço estava concluído. Desde então, os pedestres têm que se esgueirar pelo estreito espaço que lhes restou atrás do tapume metálico, ou então procurar as faixas de travessia da avenida – sem falar nos que preferem se expor ao risco de atropelamento correndo pela pista nos intervalos das semáforos.

O Círio, como todos sabem, será no dia 14, a data mais avançada no calendário, já que esta segunda-feira é dia 1º e o Círio acontece no segundo domingo de outubro.

A pergunta que não quer calar: por que tanta antecipação? Por que não deixar a montagem das arquibancadas para o mais próximo possível dos dois únicos dias em que elas serão usadas, na Trasladação e no Círio?

Ler 53 vezes Última modificação em Domingo, 06 Janeiro 2019 08:43
Mais nesta categoria: « Belém: um lixo O lixão de novo »

Comments fornecido por CComment