Terça, 09 Janeiro 2018 14:18

Belém: um matagal só

Escrito por Lúcio Flávio Pinto
Avalie este item
(0 votos)

Com o inverno, talvez Belém consiga se tornar numa cidade – digamos assim – heterodoxamente ecológica. É que as chuvas estão ajudando a disseminar pela cidade um matagal que já se tornou viçoso e alto em vários locais, mesmo no perímetro mais urbano e valorizado, como Umarizal, Nazaré, Batista Campos, Reduto ou Campina.

Mesmo o trabalho de roçar e capinar o mato, uma das marcas da capital dos paraenses, também foi abandonado, para infelicidade de dezenas e dezenas de trabalhadores braçais, que faturavam um pouquinho com a demanda municipal por esse serviço. Aliás, a mais igualitária e necessária das atividades locais.

Quando o alcaide retornar à sua afanosa lide, talvez tenha o impulso, por influência do périplo europeu, de xingar o prefeito de Belém, prática generalizada na urbe entregue à própria sorte, entre lixos, matos ou assaltantes.

Ler 41 vezes

Comments fornecido por CComment