Quinta, 07 Março 2019 11:48

Os "mais iguais"

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

O Conselho Regional de Serviço Social, da 2ª região, intimou dois associados a apresentar defesa por escrito, no prazo de 30 dias corridos, contados a partir da data de publicação do edital de citação, “devendo expor claramente suas razões e indicar as provas que pretende produzir”.

A citação foi formulada a partir da denúncia apresentada pelo agente fiscal de outra regional do próprio conselho, do qual resultou um processo ético contra os dois profissionais. Os direitos dos denunciados foram apontados no edital, expedido publicamente  “pela impossibilidade de obtenção de prova inequívoca da citação por outros meios”. Os nomes de todos os envolvidos no processo, autores e réus, foram citados por extenso.

O episódio, que acontece no Maranhão, a partir da denúncia feita no Pará, poderia servir de exemplo para a Ordem dos Advogados, que se refere apenas às iniciais dos advogados submetidos ao conselho de ética. Ou ao próprio Tribunal de Justiça do estado, que revela os nomes dos funcionários, mas esconde os dos magistrados submetidos ao mesmo processo.

Ler 103 vezes
Mais nesta categoria: « A Vale e o trabalho Brutalidade »

Comments fornecido por CComment