Quarta, 24 Abril 2019 10:56

Blitz contra homicídios

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Apesar das estatísticas oficiais sobre a redução soa índices de homicídios no Pará, o jornal do governador continua a publicar registros diários (com as fotografias sensacionalistas de sempre dos cadáveres) de mortes violentas na capital e no interior. As execuções são consumadas em todos os pontos da cidade, de manhã e de tarde e não mais apenas à noite. Os assassinos atacam as vítimas sem se importar com as câmeras de rua ou as testemunhas vivas. Mais do que banalizados, os assassinatos se tornaram triviais.

É preciso impor respeito e medo aos criminosos para conseguir a redução real das mortes. Minha sugestão para o governo é a criação de uma força-tarefa contra homicídios. Seus integrantes ficariam a postos, 24 horas por dia, na divisão de homicídios, em turnos de oito horas por equipe (talvez com 10 integrantes), mais uma retaguarda (de 20 policiais) de sobreaviso para entrar em ação imediatamente.

Seriam policiais muito bem treinados para ação de ruas, como atiradores de elite, com todo aparato necessário para intimidar pistoleiros e grupos de bandidos, tanto em número de policiais quanto de viaturas e armas. Essa equipe de plantão e sua retaguarda seriam acionadas a cada novo homicídio, passando a agir ininterruptamente até a prisão dos criminosos.. Enquanto a equipe de plantão permanecer nas ruas, um novo plantão seria formado tantas vezes quantos assassinatos fossem registrados.

Em todos os casos de mortes violentas, o Estado daria pronta resposta, garantindo um ambiente de segurança para os cidadãos e combatendo com rigor os bandidos.

Ler 70 vezes
Mais nesta categoria: « Um dia qualquer

Comments fornecido por CComment