Terça, 25 Setembro 2018 10:24

Serviço público

Escrito por Lúcio Flávio Pinto
Avalie este item
(0 votos)

Glaucia Rodrigues Brasil Oliveira é advogada. Foi procuradora do município de Tucuruí, um dos que têm melhor receita própria no Pará, por abrigar a quarta maior hidrelétrica do mundo. No dia 19, ela foi condenada a 44 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão e a 1.393 dias multa. Seus crimes, apontados pelo Ministério Público e analisados em sentença de 141 páginas: receptação, constituição de milícia privada, extorsão, incêndio, falsidade ideológica, corrupção passiva e lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores.

Por ter descumprido as medidas cautelares durante o curso do processo, o juiz Thiago Cendes Escórcio não concedeu a Glaucia o direito de recorrer em liberdade. Ela continuará presa. Sua pena foi a maior do que as aplicadas aos seus três cúmplices, dois dos quais sentenciados a mais de 23 e 20 de prisão (o terceiro a apenas um ano).

Ler 56 vezes Última modificação em Segunda, 07 Janeiro 2019 18:34

Comments fornecido por CComment